Sobre Oskar Fischinger e Norman McLaren

Uma das área que mais me interesso na história do cinema de animação, é este momento de fundação da visual music e de desenvolvimento de uma relação mais forte entre som e imagem, música e animação. Norman McLaren e Oskar Fischinger são dois artistas fantásticos que leveram ao extremo essa relação da música com o cinema e anteviram linguagens como a arte sonora e o videoclipe.

Aqui estão alguns links para post publicados no blog Animation Studies 2.0 sobre a obra desses dois atores:

• The Future of Visual Music – http://blog.animationstudies.org/?p=335
• Optical Expression: Oskar Fischinger, William Moritz and Visual Music – http://blog.animationstudies.org/?p=316
• Animated Sound: Two approaches (part 1) – http://blog.animationstudies.org/?p=291
• Animated Sound: Two approaches (part 2) – http://blog.animationstudies.org/?p=308

 

Anúncios

Deixe um comentário

Arquivado em Visual Music

Trilha do filme “Minha alma é irmã de Deus”

Pessoal, (toda vez que escrevo nesse blog, me sinto um pouco como Brás Cubas se dirigindo aos seus possíveis cinco leitores, hehhehe), estou postando aqui minha primeira trilha musical que compus junto com meu amigo Demóstenes Macaco. A música se chama Perdizes entrou na trilha original do curta-metragem “Minha alma é irmã de Deus” da diretora Luci Alcantara. O filme é baseado no romance homônimo de Raimundo Carrero. A música surgiu a partir de um encontro com Raimundo Carrero e com Tatiana Ferraz (diretora de arte), onde podemos captar a essência da história, sobretudo da personagem principal Camila. A música que compomos seria uma música tema da personagem. Eu e Macaco lemos o roteiro conversamos com a equipe e depois saímos rabiscando algumas ideias, frases soltas, que tinham a ver com o universo da personagem. Acho que o grande mote da letra foi explorar essa ideia de alguém perdido na vida, em busca de alguma coisa, que se apega a várias coisas para tentar encontrar razão dentro do mundo. Na conversa com Carrero, me impressionou muito algumas ideias dele. Ele comentava que sempre foi meio reticente a emitir uma opinião sobre a juventude, para ele soava estranho e meio conservador observar e julgar os jovens de hoje a partir de referenciais anteriores. No entanto, ele considerava os jovens de hoje um pouco perdidos e a personagem Camila representava a visão dele sobre a juventude. Essa “confissão” de Carrero foi fundamental para dar o ponta pé inicial no processo criativo da letra. Sobre a música em si, sua melodia, harmonia e arranjos, procuramos criar vários climas, para dar várias possibilidades na montagem final do filme.

“Minha alma é irmã de Deus” foi feito com pouquíssimo tempo e a trilha teve de ser composta paralelamente ao filme, não tivemos tempo de trabalhar as músicas a partir de um primeiro corte ou uma pré-montagem. Após o processo de composição levamos para os ensaios da Bande Ciné e montamos tudo conjuntamente. Foi um processo bem interessante e no final quem assistir ao filme poderá vários momentos da trilha. Não queria me alongar muito, este post vem bem atrasadinho, já que o filme estreou em outubro de 2009, mas no Cinema os curtas tem uma boa vida nos festivais e o “Minha alma…..” começa a ganhar o mundo. A música pode ser ouvida por aqui e baixada também. Estou fazendo um nova trilha e devem rolar outras também, mas como o processo ainda está muito embrionário e breve trarei novidades. Espero que curtam a música e quem puder confira o filme. Abraços, Filipe Barros.

Deixe um comentário

Arquivado em Trilhas Musicais

Redes sociais e áudio

A Internet facilita a comunicação e permite o estabelecimento de vínculos com coletivos e pessoas de realidades completamente diferentes. No processo de pesquisa envolvendo atividades do audiovisual existem páginas web que podem servir como base para projetos futuros.

Em sites de relacionamento como o orkut e facebook é possível encontrar uma série de páginas com características específicas para pesquisas online.  Postarei duas, nas quais os usuários podem participar trocando informações e disponibilizando seu material de criação com o mundo inteiro:
http://www.looperman.com
Essa web é utilizada para trocar loops dividos em grupos: efeito, instrumentos harmônicos, melódicos ou bateria. O usuário pode fazer downloads e uploads de loops.
http://www.cinemavip.com
Rede social para compartilhar atividades do audiovisual. Também possui anúncios de trabalho e colaboração, eventos e  empresas do setor.

1 comentário

Arquivado em Arte Sonora, Sound Effects

Mostra Internacional de Cinema e Curso de Som Direto

As pessoas interessadas em cinema devem ficar ligadas na I Mostra Internacional de Cinema Documentário que acontece entre os dias 2 e 5 junho. O legal é que a mostra está realizando algumas oficinas sobre os mais variados assuntos. O WhiteNoise chama a atenção para oficina de Som Direto ministrada por Gustavo S. Rocha. Segue abaixo as informações da oficina. As inscrições podem ser feitas no endereço: http://www.unicap.br/MostraCinema/

Som Direto no Audiovisual
Gustavo S. Rocha

PLANO DE AULA Clique aqui [+]
DIAS 01, 02, 03, 04 e 05 de junho de 2009
HORÁRIOS Das 9h às 12h
LOCAL Unicap – Estúdio de TV – bloco A – 5º andar
CARGA HORÁRIA 15 horas
PÚBLICO-ALVO O público alvo do curso é formado por pessoas interessadas na captação de som, como profissionais, estudantes de cinema e demais interessados.
Nº DE VAGAS 30
MINISTRANTE Gustavo S. Rocha
CONFERE CERTIFICADO Sim
INSCRIÇÃO Site da Mostra de Cinema
VALOR R$ 50,00

R$ 30,00 (Estudante da Unicap)

PAGAMENTO UNIBANCO UNICAP

Deixe um comentário

Arquivado em Cursos e Palestras

Paisagem Sonora e Ecologia Sonora

No último post trouxemos a revista Squaderno e sua publicação sobre paisagens sonoras. Como o conceito não é tão divulgado e muitas pessoas podem estar se perguntando o que significa de fato este nome, mando o link de um texto produzido pelo Núcleo Interdisciplinar de Comunicação Sonora que explica como surgiu a concepção de paisagem sonora.

O texto completo pode ser encontrado aqui!

Segue um trechinho do texto:

“O conceito de paisagens sonoras e ecologia sonora surgiu no final dos anos 60 com pesquisadores da Simon Fraser University no Canadá. Liderados por Murray Schafer, este grupo de pesquisa formou o World Soudscape Project (WSP) com a finalidade inicial de estudar o meio ambiente sonoro. Mas a filosofia de estar atento ao som natural de ambientes já encontrava adeptos entre alguns músicos do século 20 e está presente na obra de vários compositores contemporâneos.”

2 Comentários

Arquivado em Soundscape

Soundscapes-Paesaggi Sonori

A revista acadêmica italiana intitulada Lo Squaderno dedicou a sua décima edição ao tema: soundscapes (paisagens sonoras).  O conteúdo pode ser baixado em pdf  no site da revista ou pelo blog, basta clicar na imagem ao lado. A revista reúne nove artigos de pesquisadores de várias países que abordam o tema central de uma forma interdisciplinar, nos textos podermos encontrar abordagens de músicos, arquitetos, sociólogos, entre outros.

Um ponto interessante a ser ressaltado na revista é que além dos artigos o leitor poder ver algunas ilustrações e ouvir algumas arquivos sonoros relacionados aos conteúdos dos artigos. A idéia é muito interessante e poderia ser mais adotada, visto que muitas vezes a leitura de artigos sobre conteúdos artisticos se torna um pouco difícil de materializar pela impossibilidade de apreciar o conteúdo comentado. Alguns artigos estão em inglês e outros em italiano.  Boa leitura!

1 comentário

Arquivado em Soundscape

Bancos de efeitos sonoros

Continuando a idéia do último post, gostaria de abordar a questão dos efeitos sonoros e as bases de sons disponíveis na rede. Quando vamos criar trilhas sonoras ou mesmo alguma música que necessite utilizar algum efeito sonoro nos deparamos com algumas dificuldades de captação e manipulação dos sons. Na preparação da aula sobre efeitos sonoros comecei a criar uma lista de links de sites que disponibilizam um enorme banco de sons.

É impossível garantir se os sons encontrados serão úteis ou adequados ao interesse do artista que está criando a trilha, mas pode ter certeza que com um pouco de paciência é possível encontrar muito material interessante. Caso não seja de exatamente o efeito desejado a possibilidade de baixar o áudio e retrabalhá-lo off-line dá a possibilidade de atingir o som esperado.

Um outra dica, essa veio de Rodrigo Carreiro, é a coleção de 60 CDs intitulada: BBC Sound Effects Library. Esse banco de sons pode ser facilmente encontrado na rede para baixar cada disco separadamente por rapidshare ou toda a coleção de uma só vez por meio de torrent.

Segue a lista dos sites (quem tiver mais alguma indicação de site pode mandar que eu vou atualizando no mesmo post, para ter a lista de links reunida aqui):

Absolute Sound Effects Archive
Banco de Imágenes y Sonidos
Free Sound Effects
FindSounds
SoundBoard
SoundDogs
SoundSnap

3 Comentários

Arquivado em Sound Effects

Internet archive

Para quem trabalha com audiovisual, essa página é bastante útil e interessante. Aqui se pode encontrar arquivos de áudio e vídeo, onde o usuário pode utilizar tranqüilamente sem a necessidade de adquirir direitos autorais.  Também é possível participar da home enviando materiais.

http://www.archive.org

para quem queira saber mais informações sobre a internet archive:

http://en.wikipedia.org/wiki/Internet_Archive

DeCo Nascimento

Deixe um comentário

Arquivado em Outros

Dicionário de áudio

Algumas vezes , trabalhando com áudio ou com qualquer outra coisa, nos deparamos com termos e definições completamente desconhecidas, dificultando ou atrasando o trabalho.  Tenho buscado páginas web que facilitem o processo, encontrei um dicionário online de áudio, muito interessante e que pode ser útil  em  momentos de dúvidas. O ponto negativo é que está em espanhol, caso não consiga entender tudo,  o Google oferece um tradutor razoável e vai ajudar bastante.

http://diccionario-audio.buscamix.com

DeCo Nascimento.

Deixe um comentário

Arquivado em Outros

Música Eletrônica

3205679127_dfe798e7f01A partir da indicação de um colega, encontrei um artigo interessante sobre música eletrônica publicado no Overmundo. O texto A evolução da música eletrônica apresenta um pouco da história do gênero desde os primórdios da música concreta de Pierre Schaeffer até o cenário contemporânea e os diversos sub-gêneros (House, Trance, Acid House, Techno, Hardcore Techno, Breakbeat, Drum ´n´ Bass, Ambient, Tribal). A partir de alguma referências presentes no texto, sobretudo aquelas do início da música eletrônica, fui compilando alguns link presentes no youtube e que podiam ilustrar algumas das experiências comentadas no texto.

Deixe um comentário

Arquivado em Outros